Sexta-feira, 22 de  março de 2019

Lideranças de federações de trabalhadores do campo se filiam ao PSB

Imprimir
Escrito por Luciane Ferreira  |  Categoria: Blog
 |  Acessos: 80

 

 

 

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, abonou nesta terça-feira (19) a ficha de filiação da secretária-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Thaisa Daiane Silva, e de outros oito integrantes de federações de trabalhadores e agricultores nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e o Distrito Federal, em um ato político na sede nacional, em Brasília. O vice-presidente nacional, Beto Albuquerque, e o deputado federal Heitor Schuch, também acompanharam o ato de filiação.

Entre os que ingressaram no partido estão os presidentes das Federações dos Trabalhadores e Agricultores Familiares do Mato Grosso do Sul (Fetagri-MS) e do Mato Grosso (Fetagri-MT), José Martins da Silva e Nilton José Macedo, respectivamente (Veja abaixo a lista completa de novos filiados).

É uma enorme alegria receber lideranças de um movimento sindical da maior importância para o PSB neste ato de filiação tão expressivo”, declarou Siqueira em sua saudação.

Estiveram presentes o vice-presidente de Relações Institucionais do PSB, Beto Albuquerque, o líder da oposição na Câmara, o deputado federal Alessandro Molon (RJ), que representou a bancada socialista na Casa; e o ex-senador João Capiberibe (AP).

Também participaram o deputado federal Vilson da Fetaemg (MG), o secretário nacional do Movimento Popular Socialista (MPS), Acilino Ribeiro e o diretor vice-presidente da Fundação João Mangabeira, Alexandre Navarro.

Em seu discurso de boas-vindas, Siqueira destacou a ligação histórica do partido com as lutas sindical e do campo, desde Francisco Julião, socialista que liderou a formação das ligas camponesas em Pernambuco, em 1947, e que se espalharam por todo o país.

Também em Pernambuco, o ex-governador Miguel Arraes liderou o Acordo do Campo, que assegurou aos trabalhadores rurais, pela primeira vez no país, os benefícios da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), lembrou Siqueira.

O presidente do PSB ressaltou que os trabalhadores rurais são protagonistas da luta histórica pelos direitos sociais assegurados na Constituição de 1988, e que devem continuar avançando para assegurar a manutenção desses direitos.

Devemos procurar avançar e nos organizar melhor na luta política, na luta sindical, na luta social, pela manutenção dos direitos sociais assegurados na Constituição de 1988, que foi resultado da luta da sociedade brasileira, sobretudo dos trabalhadores”, afirmou.

Para o presidente do PSB, são os movimentos sociais que sustentam, de fato, as grandes transformações de que o país necessita. “O PSB não se caracteriza apenas por sua representação eleitoral e parlamentar, embora importantíssima”, disse.

Só é possível operar grandes transformações sociais quando se somam a luta do parlamento e dos governos à dos movimentos sociais”, sustentou.

Siqueira também destacou a participação do PSB nos movimentos populares. “O PSB é um partido aberto para a participação de seus quadros nos movimentos sociais”, afirmou. “Em muitos estados, o partido tem colaborado com o movimento sindical rural, para que possa avançar nas conquistas de direitos sociais. Os trabalhadores rurais têm sido protagonistas de uma luta muito própria”, reiterou.

O socialista destacou ainda a união dos sindicatos e dos segmentos sociais como fundamentais para evitar retrocessos, sobretudo no atual momento em que o governo de ultra-direita de Jair Bolsonaro ameaça conquistas sociais no país com a sua agenda anti-popular.

Nós precisamos estar de braços dados, para que possamos assegurar aquilo que já é de direito constitucional e legal dos trabalhadores e trabalhadoras”, defendeu.

Os novos filiados também passam a integrar o Movimento Popular Socialista (MPS), segmento social do PSB que reúne entre 2 mil e 2,5 mil militantes organizados em 24 Estados e no Distrito Federal.

Para Thaisa Daiane, o ato de filiação é um momento simbólico em sua trajetória de vida e de luta sindical-rural.

Thaisa, que falou em nome dos novos filiados, disse que está determinada a ajudar o PSB e o MPS a se fortalecerem como partido de massa, por meio de amplas mobilizações populares e pela formação política da militância.

Iremos contribuir na construção de políticas partidárias, no recrutamento de mais militantes, na organização dos núcleos de base e comissões municipais do MPS e nas mobilizações para a defesa das políticas públicas do PSB”, afirmou. Thaisa assumirá a Coordenação Nacional do Núcleo de Base Camponesa, Agricultores Familiares, Assalariados Rurais e Sem Terras do MPS.

Representando o líder da bancada do PSB na Câmara, Tadeu Alencar, que não pode estar presente no ato, o deputado federal Alessandro Molon fez uma saudação aos novos filiados.

Sejam bem-vindos, o PSB ganha muito com a filiação de vocês. Fizemos a opção correta. Estamos num partido sério, honrado, comprometido com as melhores causas populares e que pode e deve se apresentar como uma alternativa para o Brasil, como uma saída para essa crise que vivemos hoje no país”, declarou.

O secretário nacional do Movimento Popular Socialista (MPS), Acilino Ribeiro, também deu boas-vindas aos novos filiados. Ele destacou que o segmento está promovendo diversos cursos de formação política para a militância em todo o país.

Estamos capacitando nossa militância e vamos transformar o PSB no maior partido de massas do país, porque ele tem condições de governar o Brasil, e o MPS estará nas ruas e nas redes dando todo o apoio com a organização popular”, disse.

 

PERFIL
Thaisa Daiane Silva, secretária-geral da Contag

Natural de Jaguari (MS), Thaisa Daiane é agricultora familiar e líder camponesa.

Graduada em Assistência Social, é secretária-geral da Contag desde 2017.

Conheceu a Confederação aos 14 anos, acompanhando a mãe nas atividades sindicais em Naviraí (MS). Foi secretária de Mulheres da entidade entre 2015 e 2017.

Uma coordenadoras da Marcha das Margaridas, mobilização anual de mulheres camponesas que acontece no país, Thaisa é uma das principais líderes de luta das trabalhadoras do campo.

Há mais de um ano colabora com o Núcleo da Base Camponesa, Agricultura Familiar e Comunidades Rurais do MPS.

 

Veja a lista completa de filiados:

Thaisa Daiane Silva, secretária-geral da Confederação dos Trabalhadores na Agricultura (Contag);
– José Martins da Silva, presidente da Federação dos Trabalhadores e Agricultores (as) Familiares de MS (Fetagri-MS);
– Nilton José Macedo, presidente da Federação dos Trabalhadores e Agricultores (as) Familiares de MT (Fetagri-MT);
– Orelio Maciel Gonçalves, diretor de Finanças da Fetagri-MS;
– Tania Fernandes de Pina Alcantra, diretora da Secretaria de Mulheres da Fetaeg-GO;
– Aryanny Alves Sobrinho, diretora de Juventude Rural da Fetadf-DF;
– Brenda Durães, representante do Sindicato dos Assalariados Rurais de Buritis-MG;
– Almir Gonçalves, coordenador de Assentamento do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ponta Porã- MS;
– Antônio Marques de Oliveira, coordenador de Assentamento do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Ponta Porã-MS;
– Idalina Canedo de Freitas, diretora do Inativos da Associação de Praças da Política Militar de MS e representante da Associação de Cabos e Soldados da MP de MS;
– Cristhian Jorge Canedo de Freitas, advogado de movimentos sociais em MS.

 

Assessoria de Comunicação/PSB Nacional

 

EM PAUTA NA MÍDIA

Mais notícias da Pauta Socialista

MOVIMENTOS SOCIALISTAS

Produção, desenvolvimento e manutenção: