Quinta-feira, 16 de  agosto de 2018

Entrevista: Giovane Wickert, prefeito de Venâncio Aires

Imprimir
Escrito por Luciane Ferreira  |  Categoria: Entrevistas
 |  Acessos: 381

Eleito com 41,37% dos votos válidos em uma disputada eleição, Giovane Wickert é prefeito de Venâncio Aires. Aos 39 anos, o socialista aposta na humanização do poder público como marca de sua gestão.

 

PSB/RS - Quais as principais áreas/projetos trabalhados na tua gestão?

 

Giovane Wickert - O tripé do nosso governo é a humanização da gestão através dos programas Caravana Pé na Estrada, Chimarrão com o Prefeito, Gabinete de Portas Abertas, Prefeito na Rua, SAC, Fiscale, Conselho de Desenvolvimento Social e Econômico (CDES) e os projetos ligados ao Gabinete da Primeira-Dama. Programas que envolvem a sociedade e a participação dela no contexto do Município.

 

A infraestrutura também é importante com a ampliação da pavimentação de ruas, melhorias nas estradas do interior, construção civil, ampliação dos “caminhódromos” e a colocação de rótulas para melhorar o trânsito.

 

No setor produtivo também focamos nosso olhar para o produtor que empreende no campo seja através da diversificação ou do turismo rural. Estamos focados em atuar no apoio e na ampliação do desenvolvimento econômico, buscando novas empresas, auxiliando as pequenas e impulsionando a roda do desenvolvimento.  

 

O cuidado com a cidade, com a limpeza, iluminação pública, com o dia-a-dia da comunidade através também dos projetos sociais, da ampliação das vagas em EMEIS, dos novos cursos e ampliação de sedes de universidades no Município e o apoio aos projetos esportivos e culturais.

 

A saúde teve um avanço enorme com o Projeto Fim das Filas que foi reconhecido no Estado com o Prêmio Gestor Público 2017. Com o novo método, acabamos com as filas nas madrugadas nas Unidades de Saúde de pacientes que buscavam consultas e exames. Agora, o agendamento pode ser feito à qualquer momento e o usuário é avisado via SMS. Uma boa gestão, melhora os serviços e promove ainda mais cidadania para a vida em comunidade.

 

PSB/RS - Como se dá a participação da sociedade nas ações e projetos da prefeitura?

 

Giovane Wickert - Nosso governo busca a aproximação a cada dia com os moradores da cidade. São diversas maneiras de democratizar o acesso e permitir que o cidadão participe das decisões e apontamentos cada vez mais. Com um leque grande de ações como os projetos humanizados já citados, a nossa gestão é aberta e está disponível 24horas através do aplicativo Fiscale e das Redes sociais que permitem uma maneira rápida de comunicação. Instituímos também o projeto “Prefeitura Mirim” onde os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental participam de um processo semelhante as eleições e são escolhidos por voto popular para administrar a Prefeitura durante uma semana com os Gestores titulares. É uma ação que oportuniza educação, cidadania, conhecimento e permite que as escolas e os alunos estejam ainda mais inseridos no contexto da Administração Pública.

 

PSB/RS - Como administrar uma cidade diante de uma crise que afeta as prefeituras e diante de um orçamento com capacidade baixa de investimento?

 

Giovane Wickert - Precisamos reduzir custos, otimizar e criar eficiência entre os setores. Conseguindo manter uma parceria forte com os servidores para mantermos o trabalho da Prefeitura com menos custos e assim preservamos em dia o salário dos funcionários, as obras e os serviços prestados à comunidade. Temos que priorizar as despesas com servidores, fornecedores e obras, com isso, o restante se constrói. O resultado de uma boa gestão financeira se conquista com criatividade, com aumento da receita, com a diminuição da sonegação e buscando reduzir os custos e as despesas fixas do poder público, mostrando o exemplo a partir do Gabinete do Prefeito.

 

PSB/RS - Qual será a marca do governo do PSB no município?

 

Giovane Wickert - Queremos deixar um legado de humanização do Poder Público, deixando a marca de equilibro financeiro, de gestão, de novos investimentos e de projetos sociais que melhorem a vida da comunidade venâncio-airense.

 

Texto: Fabiana Calçada

Produção, desenvolvimento e manutenção: