Segunda-feira, 23 de  outubro de 2017

ALDO REBELO: Minha primeira visita no RS é como um batismo no PSB

Imprimir
Escrito por Daniela de Miranda  |  Categoria: Blog
 |  Acessos: 232

Pela primeira vez no RS como filiado ao Partido Socialista Brasileiro, o ex-ministro Aldo Rebelo participou nesta segunda-feira (09/10) de almoço com lideranças socialistas gaúchas, em Porto Alegre. Aldo elencou os motivos que o fizeram tomar a decisão de filiar-se ao Partido Socialista Brasileiro depois de 40 anos de militância no PCdoB. "Minha primeira visita é como um batismo, o início de outras tantas visitas e outros muitos compromissos.

Vim para ajudar e apoiar o projeto do PSB no que estiver ao meu alcance". Destacou a identidade com o PSB salientando a postura, os compromissos, a história e a biografia da sigla. "É uma legenda leve, que transita em todos os partidos, que tem projeto e capacidade de diálogo. Me sinto em casa, em família. Minha identidade não é com programa, com partido, é com valores, com história e com memória", ressaltou Aldo. Informou que a decisão também foi tomada pelas referências políticas do partido, citando a figura de Beto Albuquerque com quem, desde a atuação na liderança do governo quando ambos eram deputados federais , possui uma relação de trabalho, admiração e parceria. 

Ao avaliar o momento político e econômico do Brasil, o ex-ministro e ex-presidente da Câmara Federal avaliou que a polarização que impera hoje no país não resolverá os graves problemas estruturais. "O Brasil precisa de uma união de forças para sair da crise. Sem ingenuidade, sou muito otimista em relação ao Brasil. Vamos superar as dificuldades. O que está longe nos cura do que está perto. Se queremos curar, precisamos olhar pra frente", explicou.

Aldo Rebelo foi recebido pelo vice-presidente nacional do PSB e  presidente da sigla no Estado, Beto Albuquerque, que elogiou a trajetória de Aldo e a decisão corajosa de, depois de 40 anos no PCdoB, filiar-se no PSB " Foi uma decisão de coragem, de alguém que dá passos com clareza e objetivos. É um grande brasileiro, que sempre pensou no Brasil", destacou Beto ao falar sobre a relação de lealdade e confiança entre ambos. " Tive a honra de participar da articulação para eleger Aldo presidente da Câmara e de ser vice-líder do Governo sob a liderança de Aldo. Sempre estivemos juntos", ressaltou Beto ao lembrar uma importante frase de Rebelo: ou a esquerda dá um passo para o centro ou é atropelada pela direita. 'Precisamos dar esse passo para não só para refundar o PSB, mas fundamentalmente para evitar o retrocesso, para que o conservadorismo não nos atropele também no Brasil. Aldo vem somar inteligência, uma grande história política para o PSB se fortalecer e enfrentar os muitos desafios do próximo ano. Precisamos crescer, dialogando com forças políticas que tenham afinidade. Temos que ter protagonismo pois 2018 será o fim de um ciclo e início de outro. Precisamos mostrar nossas ideias e convicções", finalizou.

O prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, participou da atividade e destacou a postura ética que marca a atuação política de Aldo Rebelo, lembrando ainda sua serenidade, intelectualidade e calma. "Sempre contribuiu e sempre avaliou o cenário político com inteligência ao ressaltar que fora da política não há salvação para o país".

Após a atividade partidária, da qual participaram dezenas de dirigentes do PCdoB e do PSB.  Aldo Rebelo e Beto Albuquerque concederam entrevista no Programa Esfera Pública, na Rádio Guaíba. 

CICLO DE DEBATES

No final da tarde, o ex-ministro foi palestrante convidado na primeira edição do ciclo de debates "O Brasil vale a pena", promovido pelo Movimento de Refundação do IEPES (Instituto de Estudos Políticos, Econômicos e Sociais), no Hotel Embaixador, em Porto Alegre. O ciclo tem a ideia de ouvir personalidades da política estadual e nacional, bem como cientistas políticos, e assim criar um fórum permanente de discussão suprapartidária para identificar posições que unifiquem a sociedade e propor a transformação do processo político atual.

EM PAUTA NA MÍDIA

Mais notícias da Pauta Socialista

MOVIMENTOS SOCIALISTAS

Produção, desenvolvimento e manutenção: